Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2018 -   2019 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
SENAI

Notícias

Presidente da Finep alerta para o desinteresse da sociedade pela inovação

O presidente da Finep, Marcos Cintra, afirmou que há um obstáculo entre a geração de conhecimento e a inovação no Brasil, marcado pela ausência de uma ponte entre as empresas e a academia. “Somos o 13º país em geração de conhecimento do mundo, mas o 64º em inovação. Por que o Brasil não está inovando?”, questionou Cintra nesta segunda-feira (24), durante a 23ª edição do Diálogos da MEI – Mobilização Empresarial pela Inovação, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo.

 

Para ele, enquanto a sociedade não perceber efetivamente a importância de ciência, tecnologia e inovação (CT&I) no processo de desenvolvimento econômico, os governos não colocarão a área no centro da política de desenvolvimento nacional. “A opinião pública é a pá que falta na hélice da inovação”, comentou Cintra, mencionando ainda uma pesquisa realizada pela Finep para conhecer o interesse do jovem em CT&I.

 

O levantamento mostrou que jovens entre 12 e 17 anos têm fascínio e vontade em se aprofundar em questões científicas, mas, na hora de escolher a universidade, optam por carreiras das áreas humanas e sociais. “Daí a nossa carência de pesquisadores dentro das empresas e a falta de recursos qualificados operacionalmente, pois academicamente temos um papel relevante”, explicou.

 

Cintra também apresentou aos participantes os mecanismos de apoio à inovação da Finep, como financiamento reembolsável para empresas, financiamento não reembolsável para Instituições Científica, Tecnológica e de Inovação (ICTs), entre outros. “O setor público é fundamental para a área de CT&I. O que precisamos é trazer o setor privado, com seu dinamismo e modus operandi, para trabalhar junto. Tentar mimetizar o setor privado dentro do público não vai funcionar”, concluiu o presidente da Finep.

 

Com o tema “Políticas de fomento para Inovação”, o encontro reuniu diretores e executivos que participam da MEI. Além do presidente da Finep, participaram do debate Gianna Sagazio, do Instituto Euvaldo Lodi/CNI, Pedro Wongtschowski, da Ultrapar Participações S/A, Dra. Jayshree Seth, da 3M, e Irecê Fraga Kauss Loureiro, do BNDES.

 

 

 

(Fonte: Finep -24/09/18)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE