Rio de janeiro
Agenda Inovação Setembro -   Outubro    -     Novembro   Avançar Voltar 2018 -   2019 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

MCTIC lança programa para investir R$ 19 milhões em inovação

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com a Associação para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), lançou o programa TechD, que busca estimular a inovação por meio da aproximação entre startups, instituições de ciência e tecnologia (ICTs) e grandes empresas. A iniciativa contará com recursos não reembolsáveis para impulsionar projetos inovadores nas áreas de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), saúde, energia e mobilidade.

 

“Investir em inovação é fundamental para o desenvolvimento, e recursos para pesquisa e desenvolvimento são também essenciais para a nossa economia. Daí a importância deste programa em parceria com o MCTIC”, afirmou o ministro Gilberto Kassab.

 

Sob a gestão da Softex, o programa contará com recursos não reembolsáveis, em duas rodadas. Na primeira, serão disponibilizados R$ 13 milhões para investimentos em bolsas para pesquisadores e para apoio direto a projetos de pesquisa por meio das ICTs. Na segunda, serão ao menos R$ 6 milhões. Ao todo, 29 projetos foram qualificados para acessar esses recursos.

 

Para o secretário de Políticas Digitais do MCTIC, Thiago Camargo, o TechD privilegia a inovação aberta e será importante para a consolidação de um ecossistema de desenvolvimento de novas tecnologias no Brasil.

 

“A inovação não ocorre como era há 20 anos, em que grandes empresas desenvolviam tudo, desde os seus laboratórios de pesquisa básica até o produto final lançado no mercado. Temos um processo de inovação aberta, em que temos tecnologias avançadas sendo desenvolvidas na academia, temos produtos inovadores e demandas tecnológicas da indústria sendo atendidas pelas startups e temos todo mundo trabalhando junto para ter um ecossistema inovador e competitivo em nível mundial. A importância desse projeto é colocar pequenas, médias e grandes empresas para trabalharem juntas, por meio de desafios tecnológicos da empresa e com incentivo financeiro que o MCTIC está trazendo”, destacou.

 

Para sua realização, o TechD contará com as parcerias estratégicas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

 

Entre os benefícios gerados pelo TechD estão o desenvolvimento de competências para pesquisa, desenvolvimento e inovação nos setores considerados prioritários pelo programa; a transferência tecnológica entre empresas, ICTs e startups; o aumento do número de patentes e registros; a redução dos custos na utilização de tecnologias habilitadoras por empresas brasileiras e o aumento da exposição de companhias e soluções nacionais de alto valor agregado no exterior. A sociedade também será favorecida direta ou indiretamente por meio das tecnologias desenvolvidas e dos empregos e especializações gerados.

 

“O apoio às atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação que visem negócios inovadores alinhados às novas tendências tecnológicas permitirá construir uma competência nacional para o desenvolvimento de aplicações avançadas de software, hardware e serviços de tecnologia da informação, contribuindo para posicionar o Brasil como um dos protagonistas mundiais do setor, tornando o país menos dependente de tecnologias internacionais, produzindo serviços inovadores de maior valor agregado e altamente competitivos no mercado internacional”, explicou o presidente da Softex, Ruben Delgado.

 

 

 

(Fonte: MCTIC – 03/07/2018)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE