Rio de janeiro
Agenda Inovação Novembro -   Dezembro    -     Janeiro Voltar 2018 -   2019 Avançar
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

Inovação é decisiva na construção de um Brasil moderno, diz ministro

A Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa (Finep) lançou, com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Ação de Fomento à Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês) e Demais Tecnologias Habilitadoras da Indústria 4.0. A iniciativa prevê R$ 1,5 bilhão para financiar programas de inovação e IoT, com recursos da própria Finep e do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Comunicações (Funttel).

 

Presente ao lançamento, o ministro Gilberto Kassab ressaltou a importância da parceria entre órgãos públicos e empresas privadas. Segundo ele, essa interação permite o avanço da inovação no Brasil.

 

“Estamos no caminho certo com a integração entre as instituições públicas e privadas. Inovação é a palavra-chave para criarmos as condições para um país mais moderno. Isso é possível aliando os esforços do poder público e a capacidade de produção da iniciativa privada. Investirmos em Internet das Coisas e na indústria 4.0 é fundamental para que possamos construir um país mais desenvolvido e mais justo”, afirmou o ministro.

 

Para o diretor financeiro, de crédito e captação da Finep, Ronaldo Barcelos, o plano representa uma virada na política de investimentos da empresa. “Este lançamento é calçado e vinculado a uma política pública coordenada pelo MCTIC, e nos orientamos para descentralizar a política de fomento, buscando estar mais próximos de onde a inovação acontece, na ponta desse processo”, destacou Barcelos, presidente em exercício da Finep.

 

Segundo o diretor de Inovação da Finep, Rennys Aguiar, o setor de IoT deve impactar em até 11% o Produto Internet Bruto (PIB) global. “Daí a importância de investirmos no setor.”

 

Finep Startup

Durante o evento, também foi lançado o segundo edital do programa Finep Startup, que vai apoiar 50 empresas de pelo menos seis meses de existência com até R$ 1 milhão cada. Segundo Ronaldo Barcelos, o investimento nessas empresas é fundamental para que elas possam superar o chamado “vale da morte”.

 

“Nosso objetivo é colaborar para a evolução destas startups, essenciais para a economia do país, principalmente na fase do ‘vale da morte’. Ou seja, no momento mais crucial, nas etapas de desenvolvimento”, explicou.

 

O secretário de Políticas Digitais do MCTIC, Thiago Camargo, lembrou que o governo promoveu alterações na Lei de Informática (Lei nº 8.248/1991), permitindo que empresas beneficiárias do incentivo fiscal financiem pesquisa e desenvolvimento e, também, invistam o percentual estabelecido pela legislação em startups e fundos de venture capital.

 

“Esse é um mecanismo importante, porque vamos possibilitar a abertura das fontes de financiamento para essas startups. Elas vão ter condições melhores de captar recursos para poder crescer e gerar inovação”, afirmou.

 

Setor automobilístico

Durante a solenidade, o Finep e a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) assinaram um termo de entendimento que vai permitir o desenvolvimento tecnológico de 500 pequenas e médias indústrias de autopeças com foco em manufatura 4.0. De acordo com o presidente da Anfavea, Antônio Carlos Botelho Megale, a parceria vai impulsionar a indústria automobilística nacional.

 

“Para ter um papel relevante na indústria automobilística mundial, o país precisa investir em pesquisa e desenvolvimento. Essa parceria traz possibilidade de investirmos em pesquisa em toda a cadeia de produção da indústria automobilística para darmos esse salto”, observou.

 

 

 

(Fonte: MCTIC – 19/06/2018)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE