Rio de janeiro
Agenda Inovação Junho -   Julho    -     Agosto   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

Estudantes apresentam seus projetos na Mostra Inova Senai

A Mostra Inova Senai 2008 recebeu mais de 80 projetos de inovação tecnológica desenvolvidos por alunos e docentes de 17 departamentos regionais e do Senai/Cetiqt. Foram selecionados 30 projetos que serão expostos na Olimpíada do Conhecimento 2008 - etapa nacional de Blumenau (SC), que será realizada até o dia 14 de junho. A proposta do Inova Senai é estimular a elaboração de trabalhos inovadores em software, hardware, peças, máquinas, ferramentas, instrumentos, equipamentos, processos e projetos de pesquisa aplicada de interesse do Senai e da indústria. O concurso visa a desenvolver o espírito científico e empreendedor de professores e estudantes, além de proporcionar uma maior integração entre o Senai e a comunidade.

 

Os trabalhos serão avaliados por sua inovação, criatividade, aplicabilidade em um processo industrial, impactos científicos, tecnológicos, econômicos, ambientais e sociais e método científico empregado. Os três primeiros lugares nas categorias produto inovador e processo inovador serão premiados.

 

Três trabalhos de inovação tecnológica do Senai-SP farão parte do Inova Senai - fase nacional. Os projetos foram selecionados entre os vencedores no Inova Senai - fase estadual, realizado em agosto de 2007. Primeiro lugar na categoria Responsabilidade Social, a lixeira didática ecológica foi criada pelos alunos Guilherme Cruz Destro, Júlio César D'Alessandro e Alessandra R. A. Moretti, da Escola Senai Henrique Lupo, de Araraquara. Seu objetivo é incentivar as crianças a fazer o descarte de matérias corretamente. A lixeira tem quatro aberturas automáticas, acionadas por um sensor de identificação de materiais recicláveis. Um comando de voz avisa a categoria do objeto a ser eliminado (papel, vidro, plástico ou metal) e a respectiva tampa abre automaticamente.

 

Vitorioso na categoria processos, o projeto "Gel Filme Impermeabilizante: alternativa ecológica na redução de resíduos da produção gráfica" foi desenvolvido na Escola Senai Theobaldo de Nigris. Esse trabalho estudou a possibilidade do uso de um gel filme impermeabilizante à base de água para o revestimento de tinteiros e bombas de circulação de tinta de máquinas impressoras rotográficas e flexográficas. Os resultados foram a eliminação de solvente na limpeza, a redução da quantidade de descarte de resíduos sólidos e a diminuição das emissões de VOCs (componentes orgânicos voláteis) no ambiente de trabalho, que podem causar problemas de saúde. O projeto foi desenvolvido pelos alunos Flávia de Oliveira Almeida Morais e Franco Emerson de Carvalho Domingues.

 

Campeão na categoria materiais e produtos, o Baby Alarm foi elaborado na Escola Senai Prof. João Baptista Salles da Silva, de Americana, pela dupla Elder dos Santos Ramires e Thiago Firmino Reami. O projeto é uma cadeira de bebê com alarme acoplado, que é acionado automaticamente quando o condutor se retira do veículo, evitando o esquecimento do pequeno passageiro. O projeto é um dispositivo que prevê a instalação de sensores de peso na cadeira e sensor magnético na porta do veículo. "Tem um alarme sonoro e luminoso que alerta os pais. O dispositivo é adaptável a qualquer veículo e modelo de cadeira", diz Reami. Segundo ele, o custo do protótipo em exposição na Mostra Inova é de R$ 30. "O projeto é inédito no mundo e já está patenteado", afirma.

 

Senai Paraná

 
Três projetos de alunos e um de professores do Senai-Paraná integram a Mostra Inova Senai. Desenvolvido por três alunos da instituição, um projeto de sinalização permite ao deficiente visual saber quando o semáforo está verde, amarelo ou vermelho. "Por meio de um sistema eletromecânico que faz uma plataforma instalada na calçada vibrar, o deficiente visual sabe quando pode ou não atravessar a rua na faixa", explica a aluna Aline Ferreira, que desenvolveu o projeto com as colegas Alessandra Rocha e Aline dos Santos. Em outro trabalho, uma caneta com estanho embutido executa uma soldagem com maior precisão, qualidade e praticidade. "Também evita a chamada solda três pontos (estanho, ferro e componente)", explica a aluna Luciele Lage Nascimento, autora do projeto com as colegas Marina Basso e Rafaela Merchi. O outro projeto de alunos do Senai-PR é o guindaste hidráulico multi-articulado. Segundo o autor do projeto, Denis Donizetti Negrão, o equipamento facilita o ajuste final no deslocamento de uma peça com um sistema de movimento angular e de extensão na lança do guindaste.

 

O projeto desenvolvido por professores do Senai-PR, o Design contra o Crime, propõe a adaptação de roupas, bolsas e mochilas para evitar pequenos delitos, como furtos em ônibus, por exemplo. "São leves ajustes às roupas, bolsas e mochilas que tornam a vida do assaltante bem mais difícil. O bolso da calça é mais baixo que o normal e tem velcro. Os zíperes têm uma cobertura para dificultar o acesso. As bolsas têm cadeados e bolsos flutuantes, revestidos com redes de pesca. Isto porque os assaltantes cortam as mochilas por baixo para buscar as carteiras", afirma a professora Marianne Rohrig, que desenvolveu o projeto com o professor Marcelo Gonçalves Azevedo. Segundo ela, a idéia surgiu a partir de uma pesquisa realizada com presidiários para identificar as técnicas mais usadas pelos assaltantes.

 

Senai Santa Catarina


Quatro projetos de alunos e docentes catarinenses participam da Mostra Inova Senai. A plataforma automatizada de refrigeração é uma idéia dos alunos do Senai de Chapecó, Alan Henrique Martins, Alan Rafael Mattos e Deiwi Lelis Hoss. O equipamento é usado nos cursos da organização para demonstrar as fases de evaporação, compressão, expansão e mudanças de temperaturas e pressão em equipamentos utilizados nas agroindústrias, frigoríficos e laticínios. A vantagem é a economia em relação às plataformas encontradas no mercado e a adaptação às necessidades da escola.

 

O freio dinamométrico para medição de torque foi criado por alunos do Senai de Concórdia e tem como finalidade medir a potência de motores elétricos. Com isso, é possível saber se os motores continuam com a mesma potência depois de rebobinados. "Se o motor for usado com a potência errada, ele queima de novo, aí não adianta rebobinar", afirma Daniel Saatkamp, um dos inventores, juntamente com Alexandre Steffens e Valtair Foppa. O produto pode tanto ser utilizado de forma didática quanto em empresas que fazem a rebobinagem de motores. Também tem aplicação na manutenção preventiva dentro da indústria.
 
A economia de 98% da energia elétrica e o uso de menos equipamentos e espaço na indústria são algumas das vantagens da morsa hidropneumática com comando remoto, criação dos docentes Adair Saggin, Juarez Antônio Stualzer e Ricardo Siewert, do Senai de Blumenau. A morsa é usada para perfurar, serrar ou cortar peças na indústria. O equipamento fixa as peças usando a força de um motor, que consome energia e precisa ficar ligado durante horas, com um consumo semelhante ao de um chuveiro elétrico. Para economizar energia, os inventores criaram um dispositivo que não precisa ficar ligado o tempo todo, somente o suficiente para fixar a peça.
 
Com a fresadora de placas eletrônicas é possível produzir protótipos de circuitos impressos em menos tempo e com custo menor. A autoria do equipamento é dos docentes Christian Kampmann, Rodrigo Willemann e Everton da Conceição. Segundo Kampmann, ter uma máquina que produza protótipos de circuitos é mais econômico que acionar todo o processo industrial apenas para uma peça de teste. Mesmo assim, esse processo é bastante caro, pois necessita de equipamentos e softwares importados. Com a fresadora criada pela equipe, é possível fabricar e cortar as peças em um tempo até três vezes menor. Os circuitos são usados nos mais diversos equipamentos eletrônicos, de rádios de pilha a computadores.

 

Veja aqui a lista dos projetos selecionados.

 

 

(Fonte: Senai Hoje)

 

 

 

 

Mais Senai em ação 

 

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE