Rio de janeiro
Agenda Inovação Junho -   Julho    -     Agosto   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
SENAI

Notícias

Edital Inovação 2008, do Senai, completa um mês

Completa um mês, nesta terça-feira (18/03), o lançamento do Edital Inovação 2008, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O programa, que já está em sua quinta edição, destina R$ 2,5 milhões para projetos de inovação tecnológica do setor produtivo.

 

"As empresas aproveitam este primeiro mês para estudar o edital, conhecer melhor as regras e tirar dúvidas", explica Mateus Simões de Freitas, analista da Unidade de Tecnologia Industrial (Unitec) do Senai.

 

Pensando em auxiliar as empresas neste processo, a instituição preparou um glossário com os conceitos utilizados no texto do edital. Veja abaixo os termos do glossário.

 

Abrangência - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que delimitará a região na qual o projeto será desenvolvido. Na maioria dos casos, os projetos do Edital SENAI Inovação possuem um caráter Estadual.

 

Caráter inovador - projeto cujo escopo ainda não possua registro em base de patentes brasileira. Também será considerado, para este Edital, caráter inovador, os registros de patente de domínio público que não tenham sido produzidos em escala industrial.

 

Cliente - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que apresenta a(s) entidade(s) (física ou jurídica) que se beneficiará com os resultados da pesquisa desenvolvida. Geralmente, são caracterizados neste campo os clientes da empresa parceira.

 

Complexidade das tecnologias - critério de avaliação que considera o nível de tecnologia envolvida nos projetos. Também serão considerados projetos de alta complexidade os projetos que estiverem alinhados com as áreas estratégicas e portadoras de futuro da Política Industrial Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE)

 

Contrapartida econômica - contrapartida onde não são considerados os recursos financeiros e sim, horas de equipamentos e maquinários, fornecimento de matéria prima e recursos humanos alocados no projeto por parte da u.o. e da empresa parceira.

 

Recursos financeiros - recursos do DN e comprometimento da u.o ou da empresa no aporte de recursos financeiros que complementem a necessidade de recursos para execução do projeto. Os recursos do Departamento Nacional não poderão ser utilizados para aquisição de máquinas e equipamentos para a empresa parceira.

 

Contrato de parceria - instrumento legal que visa formalizar a execução de atividades em parceria entre o DR e a empresa parceira. Nesse contrato, devem constar os benefícios da empresa e do SENAI no projeto e demais cláusulas relativas à propriedade, inclusive intelectual, e de comercialização dos resultados do projeto. Este mecanismo de parceria possibilita a realização de ações de interesse comum entre os participantes.

 

Desenvolvimento experimental - trabalho sistemático de aplicação do conhecimento já existente, adquirido por meio da pesquisa ou de experiências práticas, que se destina a produzir novos produtos ou processos.

 

Empresa parceira - entidade jurídica (ou seja, com CNPJ) de caráter industrial, cujo porte pode ser micro, pequeno, médio ou grande. Empresas incubadas também se enquadram nessa categoria.

 

Equipe técnica - equipe de especialistas envolvidos no desenvolvimento do projeto.

Especialista da empresa - designado, por se tratar de perito, para representar a empresa parceira na execução do projeto. Não é exigido um nível mínimo de formação.

 

Especialista do SENAI - designado, por se tratar de perito, para representar a u.o. na execução do projeto. Não é exigido um nível mínimo de formação.

 

Estratégias de comercialização - refere-se à definição das estratégias a serem utilizadas na comercialização do novo produto, no acompanhamento das vendas e no suporte para o produto. E, no caso do resultado final da pesquisa ser um processo inovador, apresentar como o produto final será beneficiado com a mudança ou inserção do novo processo e como esse novo processo será tratado.

 

Estudo de mercado - O estudo de mercado deverá constituir um instrumento que permita ao empresário estruturar sua política comercial, realizando, no mínimo, estudo de consumidores e da concorrência havendo, em qualquer destes que realizar sempre uma análise quantitativa e uma análise qualitativa.

 

Gestor do projeto - profissional do SENAI que atuará tecnicamente no desenvolvimento da pesquisa. Este profissional deverá, ao final do projeto, ter o domínio pleno do conhecimento gerado no projeto.

 

Grau de ineditismo - quão inédito é o produto ou processo resultante do projeto proposto (inédito no mundo ou no país ou na região ou na empresa).

 

Justificativa - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que descreve a razão que levou o centro a propor o projeto, inserindo-o no contexto tecnológico, econômico e ambiental, descrevendo o avanço pretendido em relação ao conhecimento científico/tecnológico atualmente disponível.

 

Metodologia - informação adicional a ser anexada à base SGPE - Inovação que destaca os procedimentos técnico-científicos necessários ao alcance dos resultados do projeto.

 

Objetivo - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação onde é descrito o problema que o projeto busca resolver com indicação clara da inovação (de produto ou de processo).

 

Outro parceiro - refere-se à identificação de algum terceiro envolvido na execução do projeto, além da empresa parceira e da u.o., como outras unidades do SENAI, outras instituições de ciência e tecnologia e universidades.

 

Parceiros técnicos/financeiros - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que identifica os parceiros técnicos e financeiros envolvidos no desenvolvimento do projeto. Nesse campo deverá ser apresentado, obrigatoriamente, a empresa parceira no projeto.

 

Pesquisa aplicada - trabalho executado com o objetivo de desenvolver novos conhecimentos ou compreensão dos já existentes, e aplica-los no desenvolvimento ou aprimoramento de produtos ou processos, visando a satisfazer uma necessidade específica e reconhecida.

 

Pesquisa patentária - pesquisa que objetiva evidenciar se o produto ou processo apresentado é inovador.

 

Plano de negócios - documento que tem como objetivo estruturar as principais idéias e opções quanto à viabilidade da criação de um projeto. Deve apresentar informações sobre os processos da produção do projeto em si (características, partes envolvidas, oportunidades, ameaças, pontos fortes e fracos), análise do negócio, do mercado, fornecedores, concorrentes, parceiros, previsão do fluxo de caixa, necessidades de capital. O plano de negócio deve focar o produto ou processo que está sendo apresentado.

 

Produtos (saída) - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que caracteriza o resultado final da pesquisa, seja ele um produto ou processo inovador.

 

Inovação de processo - incorporação de novas tecnologias ao processo produtivo de uma determinada empresa. Essa tecnologia pode ser incorporado de diversas formas: inserção ou substituição de etapas do processo, implantação de software que impactará diretamente o processo, adaptação de maquinário e etc.

 

Inovação de produto - produto que será gerado ao final da pesquisa aplicada. Trata-se de algo concreto, que pode ser adquirido por consumidores ou por outras empresas ligadas ao referido setor. Para o Edital SENAI Inovação, o desenvolvimento de software não poderá ser considerado produto inovador (ver definição de "inovação de processo").

 

Resumo executivo - informação adicional a ser anexada à base SGPE - Inovação que descreve resumidamente a proposta do projeto, contemplando objetivo, justificativa resumida, principais etapas do desenvolvimento, estratégias de mercado e resultados esperados.

 

Riscos de mercado - indica as variáveis que podem influenciar na comercialização do produto ou do processo e o grau de impacto dessas variáveis.

 

SGPE - Inovação - plataforma de acesso exclusivo para os profissionais do SENAI, por meio da qual: a) serão disponibilizados documentos pertinentes ao Edital; b) os projetos do Edital SENAI Inovação 2008 serão apresentados; c) será feita a gestão dos projetos de inovação aprovados.

 

Título do projeto - campo a ser preenchido no SGPE - Inovação que deverá sintetizar o objeto da pesquisa, evitando palavras como: desenvolvimento, inovação, elaboração, etc. Poderá ter, no máximo, 90 caracteres.





Notícias relacionadas

 

Senai Inovação: saiba mais sobre projetos de editais anteriores
Conheça produtos desenvolvidos em parceria com o Senai e veja como a inovação, traduzida em mudanças simples, pode aumentar a competitividade da sua empresa

 

Lançado nesta segunda o Edital Senai - Inovação 2008
Quinta edição destina R$ 2,5 milhões para inovação tecnológica a fim de aumentar competitividade das empresas. As novidades são plano de negócios e pesquisa patentária

 

 

 

Mais notícias de apoio técnico à inovação

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE