Rio de janeiro
Agenda Inovação Dezembro -   Janeiro    -     Fevereiro   Avançar Voltar 2017 -   2018 Avançar
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
RETS

Notícias - RETS

Acordo de cooperação técnica prevê pesquisas em defesa e CT&I

Representantes do Ministério da Defesa (MD) e do Centro de Gestão de Estudos Estratégicos (CGEE) assinaram, nesta terça-feira (28), um protocolo de intenções para cooperação técnica. O acordo prevê a realização de estudos e pesquisas de interesse mútuo, principalmente sobre temas referentes às políticas nacionais de defesa e de ciência, tecnologia e inovação (CT&I), e a sua interface com as demais programas governamentais.

 

As Forças Armadas, de forma independente, possuem núcleos que estão trabalhando, nos últimos dois anos, no emprego de técnicas associadas à inteligência tecnológica. As ferramentas de inteligência estratégica ofertadas pelo CGEE ao Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI) aceleram processos sistemáticos de coleta, análise e disseminação de informações e poderão apoiar os processos de tomada de decisão das Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) militares.

 

Essas ferramentas desempenham funções como: mapeamento de tendências e monitoramento de produção científica, de tendências de mercado e de produção tecnológica e de propriedade intelectual (Insight Data); consulta estruturada e análise de percepção (Insight Survey); mapeamento e evolução de redes de colaboração, identificação de competências e lacunas, além do potencial de colaboração (Insight Net); e análise de maturidade e de criticidade tecnológica (Insight Tec).

 

O secretário de Produtos de Defesa do MD, Flávio Basílio, apontou que as soluções serão de vital importância para a prospecção e inteligência tecnológica, e a suas interações e aplicações estratégicas em ICT militares. “No âmbito das Forças Armadas, o tema prospecção e inteligência tecnológica é uma importante ferramenta de suporte à pesquisa e ao desenvolvimento de novos produtos de defesa e à busca da inovação”, afirmou.

 

“Elas podem dar à área de CT&I das Forças Armadas um ganho de competitividade, produtividade e, principalmente, selecionar áreas a serem priorizadas”, destacou o diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Industrial do MD, general Claudio Duarte de Moraes.

 

O presidente do CGEE, Mariano Francisco Laplane, reforçou a importância de poder formalizar um trabalho de colaboração e aprendizado conjunto com o MD. “O entrosamento das equipes construírem valor nesse processo é um excelente ponto de partida”, disse Mariano.

 

 

 

(Fonte: Agência ABIPTI – 29/03/2017)

Destaques

Livro Branco da Inovação Tecnológica

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE