Rio de janeiro
Agenda Inovação Outubro -   Novembro    -     Dezembro Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
RETS

Notícias - RETS

Especialistas debaterão o futuro da indústria naval brasileira no Rio de Janeiro

Na primeira semana de agosto a cidade do Rio de Janeiro será a sede do maior encontro da indústria naval e offshore mundial e promoverá uma das mais pertinentes discussões sobre o futuro do setor no Brasil e sobre os desafios a serem enfrentados pelas empresas em termos de definição de estratégias voltadas à modernização tecnologia e operacional.

Estarão em destaque temas como a regionalização da indústria e dos pólos navais e os modelos de participação e financiamento de empresas estrangeiras no mercado nacional. O secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis renováveis do Ministério de Minas e Energia, Marco Antonio Almeida e o presidente da câmara setorial de equipamentos navais da Abimaq, César Prata, estão entre os palestrantes.

Aproveitando a reunião de mais de 14 mil profissionais de cerca de 40 países esperados para a ocasião da maior feira da Indústria Naval e Offshore da América Latina, a Navalshore 2011, a UBM Brazil, organizadora do evento, consultou o mercado e, junto a eles, alinhavou um temário exclusivo de palestras que servirá de linha-mestra para a análise minuciosa dos principais assuntos que norteiam o mercado.

"Nada melhor que a interação com profissionais de outros países, com vivências diferentes à brasileira, para compreender a potencialidade do mercado naval brasileiro e também identificar as fragilidades que ameaçam seu pleno desenvolvimento", afirma a gerente da Navalshore, Barbara Nogueira. Na oitava edição, a feira contará com 350 expositores de 15 países, representantes da cadeia de equipamentos e serviços da indústria naval e offshore.

Dividido em três dias, a conferencia reúne um elenco de especialistas que analisarão temas relacionados com o panorama do pré-sal e a competitividade da indústria de construção naval e offshore brasileira e a situação da indústria naval. Marco Antonio Almeida, secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis renováveis do Ministério de Minas e Energia e representantes do Sinaval e da Abenav contextualizarão a indústria brasileira, fornecendo dados inéditos sobre o mercado. Tomazo Garcia, presidente da Projemar, e por Nelson Coelho, gerente geral de engenharia de Navegação da Vale trarão a experiência de empresas que têm a indústria naval como parceira.

O evento também abordará modelos possíveis para a participação e financiamento de empresas estrangeiras no mercado nacional, tema de crucial importância para o País, que demanda atualização tecnológica e operacional. Thiago Vasconcelos Severibi, advogado da Vieira, Rezende, Barbosa e Guerreiro, abordará a questão sobre as possibilidades e dificuldades da tributação dos fornecedores da indústria naval e offshore.

Ainda sobre a participação de empresas estrangeiras no cenário naval brasileiro, a diretora do GIEK - Garanti-Instituttet for Eksportkredit, Ulla Wangestad, oferecerá aos presentes uma análise sobre as perspectivas de financiamento para fornecedores noruegueses interessados em participar da indústria naval brasileira.

O ingresso de companhias estrangeiras certamente alterará a dinâmica entre os fornecedores de navipeças no mercado interno. Para analisar o assunto, César Prata, presidente da câmara setorial de equipamentos navais da Abimaq, fará palestra.

A regionalização da indústria e dos pólos navais no Brasil também será foco de discussão com a presença de representantes de diversos Estados, que aportarão suas experiências na Bahia, Pernambuco, Espírito Santo, que hoje empregam mais de 11% da mão de obra dedicada ao setor.

Outro tema abordado na conferência será relativo a seguros na construção naval. Mauricio Aguiar Giuntini, superintendente Marine, e Antonio Lleyda, engenheiro de riscos de Marine do Grupo Liberty Brasil, oferecerão uma visão detalhada sobre o assunto, com base nas influências das últimas catástrofes mundiais no seguro de construção de navios.

Serviço

A Navalshore 2011 - Feira e Conferência da Indústria Naval e Offshore acontece de 3 a 5 de agosto, das 14h às 21h, no Centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro (RJ).

Mais informações, acesse o site www.navalshore.com.br

 




(Fonte
: Abimaq - 28/07/2011)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE