Rio de janeiro
Agenda Inovação Dezembro -   Janeiro    -     Fevereiro   Avançar Voltar 2018 -   2019 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Faturamento real da indústria sobe 2,4% em Agosto ante Julho

O faturamento da indústria brasileira aumentou em agosto, mas ainda não teve reflexo sobre o emprego e a massa salarial dos trabalhadores do setor. De acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira, 2, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o faturamento real (já descontada a inflação) aumentou 2,4% de julho para agosto.

 

O uso da capacidade instalada também subiu nesse período de 78% para 79,1%, assim como as horas trabalhadas, que aumentaram 1%. Em agosto, porém, o emprego ficou praticamente estável (-0,1%), enquanto a massa recuou 0,8% e o rendimento médio real 0,4%. Na comparação com agosto de 2017, o faturamento da indústria sobe ainda mais, 8,2%, enquanto a massa salarial real caiu 4,8% e o rendimento médio real, 5,1%.

 

O emprego apresentou leve aumento (0,3%) e as horas trabalhadas subiram 0,9%.No ano, há um aumento de 5,5% no faturamento e de 0,4% no emprego. As horas trabalhadas também aumentaram, 0,8%. Já a massa salarial real recuou 1,4% e o rendimento médio real, 1,8%, de janeiro a agosto.

 

 

 

(Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios – 02/10/2018)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE