Rio de janeiro
Agenda Inovação Abril -   Maio    -     Junho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Políticas Públicas e Economia

Notícias - Políticas Públicas e Economia

Pós-doutorado na empresa

A implementação do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) foi discutida nesta quarta-feira (15/08) em reunião no Ministério da Ciência e Tecnologia, em Brasília. Estiveram presentes, além do ministro da pasta, Sergio Rezende, e o secretário executivo do MCT, Luis Antonio Elias, o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), Jorge Guimarães, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Marco Antonio Zago, e o representante da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT), Eugenius Kaszkurewicz.

 

O PNPD está na pauta dos ministérios da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Educação (MEC). Como atividade interministerial, o programa faz parte da política de formação de recursos humanos para dar suporte à Lei de Inovação, à renovação de quadros nos programas de pós-graduação e apoio à Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior (Pitce).

Finep, Capes e CNPq convocarão, por edital conjunto, instituições de ensino superior, centros de pesquisa, programas de pós-graduação e empresas da área tecnológica para apresentar projetos de pesquisa, visando à concessão de bolsas de pós-doutorado a candidatos titulados a menos de cinco anos, com currículo compatível, e que estejam vinculados ou aceitem se vincular aos projetos apresentados ao edital.

 

Terão prioridade os projetos que envolvam a interação universidade-empresa, centro de pesquisa-empresa e/ou de formação de novos pós-graduandos, prevendo-se também a concessão de recursos de custeio aos mesmos.

 

O programa concederá bolsa de pós-doutorado, no valor de R$ 3,3 mil, a serem pagas diretamente ao bolsista pelas agências de fomento à qual esteja vinculado o projeto. E o repasse de recursos de custeio, no valor de R$ 12 mil anuais, por bolsista, destinados à aquisição de informática e computação, insumos e material de consumo.

 

 

(Fonte: Agência CT- 15/08/07)

 

 

Links Relacionados

 


 

  •  Artigos - Desenvolvimento tecnológico já!
  •  Notícias - Abinee protesta contra mudança na Lei da Inovação
  •  Notícias - Entraves à Lei da Inovação  
  •  Notícias - Estruturando a Rede de Entidades Tecnológicas Setoriais 
  •  Notícias - Indústrias lançam programas de inovação tecnológica
  •  Notícias - Inovação tecnológica na prática
  •  Notícias - Novo presidente da Finep fala sobre avanços trazidos pela Lei da Inovação
  •  Notícias - Recursos para inovação animam indústria local

     

    MANUAL DE APOIO À INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

    Orientações sobre as leis recém aprovadas pelo Congresso Nacional, que regulam os procedimentos de subvenção econômica e de incentivos fiscais para empresas, propiciando redução de risco e de custos de inovações tecnológicas. Identifica os programas de apoio ao desenvolvimento tecnológico das agências federais e estaduais, esclarecendo inclusive sobre o programa "Inovação", lançado pelo BNDES em 2006.

    Solicite agora seu manual

  • Instituições Associadas

    ABIFINA
    ABIMO
    ABINEE
    ABIQUIM
    ALANAC
    FIEMG
    IPD FARMA
    SEBRAE