Rio de janeiro
Agenda Inovação Maio -   Junho    -     Julho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Patentes

Notícias

Ford solicita patente para uso de sisal em veículos

O gerente de engenharia avançada da Ford para a América do Sul, Ricardo Muneratto, afirmou que a Ford registrou pedido de patente para o EcoProject, tecnologia desenvolvida para utilização de fibra de sisal na confecção de componentes plásticos de veículos. "A patente requerida visa proteger o processo de compostagem e também as aplicações de utilização do polipropileno + sisal, com e sem a utilização de matéria-prima reciclada. A patente protege única e exclusivamente a matéria-prima para ser utilizada nos processos de moldagem por injeção", explicou o gerente.
    
Muneratto disse que a idéia de utilizar o sisal surgiu pelos estudos realizados constantemente pela Ford em busca de alternativas de substituição das matérias-primas que têm potencial de agredir o meio ambiente. "Na busca dessas alternativas, o custo de produção, o desempenho e a qualidade dos componentes são exigências para que se possa torná-los viáveis industrialmente", afirmou.
    
Segundo Ricardo Muneratto, o sisal é uma das fibras naturais mais resistentes que existe e pode ser usada na indústria automobilística, substituindo a fibra de vidro em algumas aplicações e as demais cargas minerais nocivas ao meio ambiente. O gerente explica que, com essa tecnologia, é possível utilizar material reciclado em grande volume, como tampas de garrafas PET, resíduos industriais, copos plásticos e alguns resíduos e utensílios hospitalares.
    
Muneratto informou que a Ford não vai autorizar seus fornecedores de matéria-prima a utilizarem subfornecedores com práticas que possam gerar algum perigo para os funcionários. "A idéia é ter um projeto realmente 100% sustentável", disse.
    
De acordo com o gerente, o desenvolvimento social é uma preocupação constante da Ford. "A possibilidade de utilizar sisal na produção automotiva certamente gerará um impacto positivo em comunidades organizadas que produzem essa matéria-prima. Portanto há de se esperar um avanço social nessas comunidades por conta da utilização do sisal na indústria automotiva", afirmou.
    
Apesar da previsão de que até o final deste ano algumas unidades do novo Ka, Fiesta, Ecosport, Focus e Ranger já contarão com essas peças, Muneratto informou que ainda não há um cronograma oficial de adoção dessa tecnologia na produção de veículos. 

 

 

(Fonte: Gestão C&T - 25/09/2008)


Notícias Relacionadas

É possível cobrir vários países com um só pedido
Tratado de Cooperação de Patentes permite que um único pedido seja válido em 139 países. Entretanto, sistema só pode ser utilizado uma única vez e apenas por pessoas físicas


Lei do Bem: empresas "congelam" investimentos em P&D
Governo oferece desconto de tributo, mas companhias enfrentam barreiras. Registros de patentes no Brasil caíram 55% entre 2004 e 2007; pedidos nacionais no exterior subiram 24,7%



Outras notícias de inovação e patentes

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE