Rio de janeiro
Agenda Inovação Agosto -   Setembro    -     Outubro   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Patentes

Notícias

INPI participa de 24 programas da nova política industrial

Duplicar o número de pedidos de propriedade intelectual das empresas brasileiras e criar condições para triplicar as solicitações de patentes no exterior são as metas do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) até 2010. O desafio faz parte dos compromissos assumidos pelo instituto na formulação da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP), na qual o INPI participa em 24 programas.

 

De acordo com documento divulgado no lançamento da PDP, a iniciativa é uma continuidade da Política Industrial Tecnológica e de Comércio Exterior (PITCE) que propiciou quatro importantes avanços, sendo um deles obtido "no âmbito dos processos relacionados ao registro de propriedade intelectual, para o que contribuiu, notadamente, a reestruturação do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual".

 

O INPI estruturou sua participação em 24 programas da PDP, sendo dez deles coordenados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, dez sob a responsabilidade do Ministério da Ciência e Tecnologia e quatro a cargo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), além de três projetos estratégicos voltados às micro e pequenas empresas, à regionalização e à integração produtiva da América Latina.

 

Nesse painel de ações, estão setores que abrangem desde a área da saúde até o sistema agroindustrial, passando pelo da energia nuclear, nanotecnologia, biotecnologia, petróleo, siderurgia e indústria têxtil, entre outros segmentos industriais.

 

Em relação ao complexo industrial da saúde, por exemplo, em que o objetivo é consolidar no Brasil uma indústria competitiva e ampliar o conhecimento científico, o desafio do INPI será buscar, em parceria com outros órgãos do governo, a elevação de investimentos em inovação e atrair centros de pesquisa e desenvolvimento de empresas estrangeiras. Na área de biotecnologia, por sua vez, a participação do INPI será no sentido de estabelecer um ambiente regulatório favorável à inovação que dê segurança à produção de biofármacos e imunobiológicos.

 

 

(Fonte: INPI - 11/07/2008)

 

 

 

 

Outras notícias de inovação e patentes 

 

 

 

 

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE