Rio de janeiro
Agenda Inovação Abril -   Maio    -     Junho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Fármacos e Medicamentos

Notícias

Startup brasileira desenvolve remédio digital e capta 1,5 milhões em investimento

A Bright Photomedicine, startup brasileira que desenvolveu um remédio digital capaz de tratar a dor, acaba de captar R$ 1,5 milhão em investimento via Kria, maior plataforma de investimento online do país. A rodada contou com a participação de 70 investidores, que aportaram um ticket médio de R$ 21 mil.

 

“O sucesso da captação reflete o sucesso terapêutico que estamos obtendo com a nossa tecnologia de remédio digital para o tratamento de dores crônicas e severas como por exemplo a osteoartrite. O potencial econômico do negócio decorre do endereçamento das demandas de um mercado de milhões de pacientes que hoje sofrem com essas patologias e que a nossa inovadora terapia digital, indolor, não invasiva, sem efeitos colaterais e que acelera o processo curativo, soluciona”, afirmou Reinaldo Opice, CEO da Bright Photomedicine.

 

Hoje a Saúde 4.0 prevê a digitalização de dados, interconectividade entre máquinas e comandos, bancos de dados mais eficientes e, principalmente, maior autonomia dos pacientes em relação à própria saúde. Com o uso da tecnologia na fotomedicina é possível controlar a dose e o tipo de luz exata para cada paciente. O efeito terapêutico acontece devido a reações fotoquímicas com as enzimas das células, deixando-as novamente saudáveis.

 

A Bright foi a grande vencedora do programa de aceleração da Startup Farm em 2015 e no ano passado já havia captado subvenções da FAPESP e aproximadamente R$ 1 milhão de investidores-anjos.

 

Segundo o CEO da Bright os próximos passos da empresa são as publicações das aferições da eficácia dos resultados quantitativos do ensaio clínico, em curso no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em São Paulo. Além disso, busca-se aumentar a produção dos dispositivos e ampliar o número de aplicações realizadas, investindo na infraestrutura e ampliando a equipe.

 

 

 

(Fonte: Portal Hospitais Brasil - 03/04/19)

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE