Rio de janeiro
Agenda Inovação Maio -   Junho    -     Julho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
Fármacos e Medicamentos

Notícias

Novartis compra empresa de genéricos por US$ 1,2 bilhão

A Novartis irá adquirir a unidade de medicamentos injetáveis da Ebewe Pharma por US$ 1,2 bilhão à vista, a fim de captar cópias genéricas de tratamentos contra o câncer, incluindo quimioterapia. A compra dará à segunda maior empresa farmacêutica europeia 15 medicamentos aprovados contra o câncer e outros 20 em fase de testes, segundo informações da Novartis com sede na Basileia, Suíça. As três drogas mais promissoras em desenvolvimento na Ebewe são cópias de remédios que lideram vendas anuais de mais de US$ 5 bilhões.

 

A Novartis planeja utilizar sua força de vendas para promover os novos produtos, que incluem cópias de tratamentos standards de quimioterapia, em países como o Canadá, onde a Ebewe atualmente não possui representação. A unidade também fornecerá para a Novartis a tecnologia de injetar os medicamentos e a rede de distribuição para ajudar a vendê-los.

 

O principal executivo Daniel Vasella defendeu o preço da compra, alegando que a unidade da Ebewe tem um crescimento composto anual nas vendas de 20% desde 2006, e desenvolve produtos promissores. "O essencial é o nível de crescimento e, com uma linha de desenvolvimento confiável, pode-se pagar tais preços", disse Vasella.

 

Ebewe, com sede em Unterach, Áustria, era uma unidade do segmento farmacêutico Knoll, da Basf, até 2001, quando um grupo de investidores liderados por Friedrich Hillebrand adquiriu a companhia em uma compra gerencial depois que Abbott Laboratories comprou a Knoll.

 

A empresa gerou vendas de US$ 256 milhões no ano fiscal 2008 e uma renda operacional de US$ 53 milhões. A compra exclui o setor de produtos neurológicos da Ebewe.

 

 

(Fonte: Gazeta Mercantil - 21/05/2009)

 

 

Notícias relacionadas

 

Aquisição da Medley diversifica produtos da Sanofi-Aventis
Empresa francesa, que concentrava forças nos medicamentos de referência, com a compra do laboratório brasileiro ampliou o percentual de genéricos a quase metade de seu portfólio

 

Grupo GlaxoSmithKline compra Stiefel por US$ 2,9 bilhões
Laboratório americano é especializado em produtos dermatológicos. Setor farmacêutico mundial passa por momento de consolidação, com grandes aquisições já feitas ou em curso

 

Outras notícias de inovação em fármacos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE