Rio de janeiro
Agenda Inovação Abril -   Maio    -     Junho   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Fármacos e Medicamentos

Notícias

Fiocruz retoma projeto de produção de insulina da Ucrânia

O laboratório oficial Farmanguinhos, ligado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), pretende retomar em março o projeto de transferência de tecnologia com o laboratório Indar, da Ucrânia, para a produção local de insulina no País. "Tivemos um problema com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas eles admitiram o erro", disse o diretor-geral de Farmanguinhos, Eduardo Costa. "Já estamos retomando o projeto e devemos acelerá-lo."

 

Em meados de 2008, a Anvisa suspendeu as importações de insulinas, alegando suspeitas na qualidade do produto comprado da Ucrânia. Segundo Costa, citando documentos da própria agência sanitária brasileira, os técnicos da Anvisa teriam se recusado a fazer o registro do produto uma vez que não tinham visitado a fábrica na Ucrânia onde o princípio ativo havia sido produzido. "Eles alegaram não ter tido tempo para ir fazer a inspeção à nova fábrica", disse Costa.

 

A intenção de Farmanguinhos é produzir cerca de 18 milhões de frascos de insulina em quatro anos, o que seria suficiente para garantir o suprimento de metade das compras governamentais. "Fechamos o acordo para não ter de depender de poucos fornecedores", justificou Eduardo Costa.

 

Na segunda-feira (16/02), Farmanguinhos fez a entrega do primeiro lote do Efaverinz, a droga anti-Aids cuja patente, que pertence à Merck Sharp & Dohme, foi licenciada compulsoriamente pelo governo federal. O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, disse que o licenciamento compulsório mudou o padrão no relacionamento com a indústria farmacêutica e que o Governo estuda produzir outros dois medicamentos do coquetel de Aids.

 

 

(Fonte: Valor Econômico - 19/02/2009)

 

 

Outras notícias de inovação em fármacos

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE