Rio de janeiro
Agenda Inovação Junho -   Julho    -     Agosto   Avançar Voltar 2019 -   2020 Avançar
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 01
  • 02
  • 03
  • 04
  • 05
  • 06
  • 07
  • 08
  • 09
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
Apoio Financeiro e Editais

Notícias

Finep começa a operar o Prime em todo o Brasil

Destinado a apoiar empresas nascentes inovadoras, o Programa Primeira Empresa Inovadora (Prime) entrou  em operação nesta quarta-feira (3/12), com a assinatura dos convênios com as 18 incubadoras-âncora que ficarão responsáveis pela seleção dos empreendimentos nos estados e repasse direto da verba estatal. Em um ano, a agência do Ministério da Ciência e Tecnologia prevê investir R$ 249 milhões em 2.015 empresas com até dois anos de vida. A meta do programa é ajudar na estruturação de planos de negócio e no desenvolvimento de novos produtos e serviços.
 
Na cerimônia de assinatura, no Rio de Janeiro, foram divulgadas as linhas gerais do edital, que será lançado pelos parceiros nos estados com algumas pequenas adaptações, decorrentes de peculiaridades regionais. Cada incubadora vai operar com recursos diferenciados, entre R$ 9 milhões e R$14,4 milhões, que já estão sendo liberados pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). No cálculo, foram levadas em consideração as estimativas de demanda local apresentadas pelas instituições parceiras. A maioria, no entanto, receberá o maior valor.
 
"O programa é um incentivo para aqueles potenciais empreendedores que não são só alunos de universidades, mas profissionais que estão em empresas e têm o sonho de transformar uma idéia inovadora em um empreendimento comercial", afirmou o diretor de Inovação da Finep, Eduardo Costa, durante o evento que reuniu representantes das 18 incubadoras parceiras, além de empresários e políticos.   
 
No primeiro ano de operação do Prime, cada empresa selecionada poderá contar com R$ 120 mil, em recursos não-reembolsáveis do Programa de Subvenção Econômica à Inovação. Essa verba poderá ser utilizada, basicamente, para apoio ao empreendedor e gestor do negócio e, ainda, para contratação de consultorias de mercado em áreas de gestão consideradas relevantes para a empresa, como recursos humanos, propriedade intelectual, formulação estratégica e inovação. No segundo ano do programa, a empresa também poderá se beneficiar de um crédito adicional de mais R$ 120 mil, do Programa Juro Zero. Nesse caso, o financiamento será devolvido em 100 vezes sem juros.
 
O Prime prevê, ainda, a capacitação dos empreendedores para atuarem na consolidação das novas empresas. Antes de assinar o contrato, os empresários passarão por um curso de imersão em negócios na modalidade presencial e a distância. Nele, decidirão se, realmente, estão aptos a receber os recursos.
 
Até 2011, a Finep planeja apoiar cerca de cinco mil empresas nascentes. Para isso, serão investidos R$ 600 milhões no programa que, em 2009, também vai selecionar novos parceiros. "Queremos fechar o mapa do Brasil com a participação de incubadoras de todos os estados", disse o presidente da Finep, Luis Fernandes. Segundo ele, o Prime não é uma iniciativa isolada, mas uma peça de um conjunto de iniciativas de política pública de apoio à inovação. "A idéia é promover a inovação como alavanca central do desenvolvimento do País", afirmou.
 
Qualquer empresa está apta a participar do Prime, desde que desenvolva atividades com conteúdo tecnológico e disponha de um produto viável economicamente. A meta é trabalhar para o desenvolvimento regional, a inovação tecnológica e a ascensão das pequenas empresas inovadoras do País.
 
Conheça as 18 incubadoras:
 
FIPASE (SP): http://www.fipase.org.br/
 
CIETEC (SP): http://www.cietec.org.br/
 
FVE/UNIVAP (SP): http://www.univap.br/parquetecnologico/index.php
 
FUNCAMP/INCAMP (SP): http://www.incamp.unicamp.br/
 
COPPETEC/COPPE (RJ): http://www.incubadora.coppe.ufrj.br/
 
PUC-RIO/Instituto Gênesis (RJ): http://www.genesis.puc-rio.br/genesis/
 
BIO-RIO (RJ): http://www.biorio.org.br/incuba.php
 
FINATEL/INATEL (MG): http://incubadora.inatel.br/empresas/
 
BIOMINAS (MG): http://www.biominas.org.br/
 
FUMSOFT (MG): http://e-portal.fumsoft.softex.br/fumsoft/
 
PUC-RS/RAIAR (RS): http://www.pucrs.br/agt/raiar/
 
FAURGS/CEI (RS): http://www.inf.ufrgs.br/cei/
 
CERTI/CELTA (SC):  http://www.certi.org.br/frame.php?url=http://www.celta.org.br/
 
INSTITUTO GENE (SC): http://www.institutogene.org.br/
 
CIDE (AM): http://www.cide.org.br/
 
PAQTC (PB): http://www.paqtc.org.br/
 
CISE (SE): http://www.cise.org.br/
 
CESAR (PE): http://www.cesar.org.br/


 

(Fonte: Finep - 03/12/2008)

 

 

Mais notícias sobre recursos à inovação

 

Instituições Associadas

ABIFINA
ABIMO
ABINEE
ABIQUIM
ALANAC
FIEMG
IPD FARMA
SEBRAE